O que motivou os resgates em março?


Que estratégias motivaram os resgates no terceiro mês do ano? Dois profissionais do ActivoBank e Banco Best olham para março e revelam quais são as tendências que fizeram com que os investidores e clientes das plataformas resgatassem investimentos em fundos. 

Do ActivoBank, João Graça aponta para a saída de vários investidores das soluções de obrigações governamentais e corporate da Zona Euro, “onde as valorizações já estão um pouco esticadas, explica. O product manager da plataforma destaca ainda o fundo UBS Brazil “cuja fusão anunciada alterava completamente o foco do fundo e que levou os clientes a saírem procurando outras soluções".

Rui Castro Pacheco, diretor adjunto de investimentos do Banco Best, diz que, no universo dos resgates, “o único segmento relevante continua a ser o cash ou obrigações «mais seguras», com os investidores a continuarem a assumir investimentos com um pouco mais de risco de forma a tentar encontrar oportunidades de retorno que não estão ainda disponíveis nestas categorias”. 

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido

Próximos eventos