O que está por detrás do selo Consistente Funds People


Pelo quinto ano consecutivo a Funds People elabora a lista dos fundos mais consistentes. O processo de seleção baseia-se num modelo quantitativo próprio em que se identifica os fundos mais consistentes dentro de cada categoria, entendida como a categoria definida pela Morningstar (Morningstar Category). O procedimento é simples. Partimos de um universo dos fundos registados para venda em Portugal, com dados de rentabilidade a mais de três anos ao final de 2019. Eliminamos as categorias de produtos com garantia de capital, mercado monetário, obrigações de muito curto prazo e rentabilidade e maturidade objetivo. De cada um dos fundos tomamos apenas uma classe: a mais antiga de todas as disponíveis em Portugal. Fica um universo de 2.400 produtos.

O que nos interessa é saber como se comportaram esses fundos durante os últimos cinco anos atendendo a duas variáveis: rentabilidade e volatilidade na divisa base. Assim comparamos cada um deles com todos os fundos da categoria a que pertencem, o que fazemos mediante dois scorecards. No primeiro, consideramos dados de rentabilidade e volatilidade em períodos acumulados a três e cinco anos; enquanto no segundo, os dados são referentes aos últimos cinco anos civis (2015, 2016, 2017, 2018 e 2019). Em ambos os casos a rentabilidade e volatilidade têm um peso de 65% e de 35%, respetivamente.

Cada um dos scorecards dá uma posição dos fundos dentro da sua categoria, por isso, o que fazemos é ficar com os fundos que estão situados no primeiro quintil em ambos. Adicionalmente, nesta lista eliminamos os fundos com um património inferior a 50 milhões de euros sob gestão a 31 de dezembro de 2019 (10 milhões no caso de fundos domiciliados em Portugal).

O modelo não tem uma intenção preditiva e é fruto da experiência acumulada na prática profissional na seleção de fundos e que se suporta em dois princípios: facilidade e transparência. Ainda que existam outras variáveis representativas no comportamento das rentabilidades dos fundos, apostamos num modelo simples que responde ao que na Funds People se entende por consistência: oferecer uma rentabilidade atrativa, sem muita volatilidade e ao longo de um período razoável.

Na análise realizada com os resultados a 31 de dezembro de 2019 foram identificados 210 produtos registados no mercado português aos que se outorga a classificação de Consistentes Funds People 2020, o que equivale a 8,6% da oferta sobre a qual aplicamos o filtro. Se compararmos os dados com o ano anterior, no qual tínhamos 128 Consistentes, 66 alcançaram de novo a classificação, o que representa cerca de 31% do universo consistente em 2020.

Poderá consultar a lista completa dos fundos classificados em 2020 na secção de produtos do website da Funds People. Consulte as perguntas mais frequentes sobre os nossos selos no link: As perguntas mais frequentes sobre o Selo Funds People.

Confira abaixo o processo detalhado:

Captura_de_ecra__2020-02-14__a_s_15

 

 

Notícias relacionadas

O Mais Lido