Tags: Negócio |

"O Filho" de Philipp Meyer


Afinal a América do Norte tem história, para quem diz que não, e com mais de 200 anos.

O Filho é o segundo livro deste jovem autor Americano, de Baltimore, Philipp Meyer. Este autor lançou-se no mundo literário internacional em 2008, com o seu primeiro livro, Ferrugem Americana, livro que irei comentar em outro artigo, e passados 4 anos escreve e edita O Filho, obra prima digna de ser finalista para o prémio Pulitzer para a ficção.

Esta obra descreve a história de uma família texana desde o início do século XIX até aos nossos dias. Meyer descreve e conta, em O Filho, todo o processo de invasão e conquista das terras do actual Texas aos índios, principalmente aos Comanches, passando pela actividade da criação de gado e agricultura, chegando ao petróleo e à sua importância na história dos EUA e de algumas famílias Americanas Texanas.

É um livro imponente, de uma riqueza literária impressionante e demonstra as suas inatas características de contador de histórias. É, sem dúvida, dos melhores livros de 2014, de um autor que muito irá dar à literatura contemporânea. Um livro a não perder e que, apesar de grande em número de páginas, se torna leve e breve no tempo despendido na sua leitura, pois as páginas sucedem-se e apenas nos fica o sentimento de que não queremos que acabem.