Tags: Negócio |

O destaque da semana que passou


O destaque da semana transacta vai para o Banco de Inglaterra e para a hipótese avançada de uma subida de taxas de juro antes de 2015, data anteriormente apontada por Mark Carney para subir as taxas. Desde 2009 em 0.5%, o BOE prepara-se para antecipar uma subida de taxas que o mercado apontava para 2015. O risco de o Reino Unido estar a viver uma "bolha imobiliária" está cada vez mais presente e Carney reforçou a ideia de que está atento e a subida de taxas pode ocorrer ainda esta ano.

O preço do petróleo registou uma forte subida como consequência da escalada de violência no Iraque. A ameaça de guerra civil está bem presente com combatentes do Estado Islâmico no Iraque e no Levante a conquistarem grandes extensões de território no norte do Iraque e aproximando-se cada vez mais de Bagdad. Como resultado tivemos os preços do petróleo a subir consideravelmente com o Crude WTI a ser cotado a 107 e o Brent a 112.70, obrigando a OPEP a ponderar aumentar a produção de modo a precaver qualquer interrupção do fornecimento de petróleo Iraquiano.

No mercado cambial temos o Euro a continuar a reagir ao pacote de medidas do BCE, registando perdas consecutivas e sendo neste momento cotado a 1.35 face ao Dolar.

O Mais Lido