Tags: Multiativos |

O bom comportamento dos fundos multiativos nas captações desde o início do ano


Os mercados financeiros revelaram-se bastante indulgentes para com os fundos multiativos nacionais, uma vez que, apesar da turbulência, estes aparesentaram, na sua totalidade, subscrições líquidas muito positivas, desde o início do ano. Assim, vejamos quais foram os fundos que mais subscrições alcançaram, de acordo com dados da Morningstar.

Com entradas líquidas de 56,19 milhões de euros desde o início do primeiro semestre, o Caixagest Seleção Global Moderado, gerido pela Caixagest, fica em primeiro lugar da tabela. Classificado com o selo Blockbuster pela Funds People, gere um património de 440 milhões de euros. Mostra preferência pela região dos Estados Unidos, onde investe cerca de 53% da sua carteira e, apenas, 17,61% na Zona Euro.

O IMGA Alocação Conservadora apresenta-se no segundo lugar, a alcançar fluxos líquidos de 46,16 milhões de euros. Tendo como gestores Pedro Vieira e Fernando Nascimento, da IM Gestão de Ativos, o produto ostenta o selo Blockbuster pela Funds People. Investe quase a mesma percentagem da sua carteira na zona norte-americana como na Zona Euro – 34,82% e 34,42%, respetivamente. Possui cerca de 505 milhões de euros em ativos sob gestão.

Logo abaixo, encontra-se um outro fundo da gama da Caixagest, com subscrições líquidas de 38,12 milhões de euros – o Caixagest Seleção Global Defensivo. Investindo maioritariamente no setor tecnológico (20,48%), apresenta uma grande exposição a um ETF de obrigações governamentais com maturidade de 1 a 3 anos (17,16%) e a um outro fundo da mesma casa gestora– o Caixagest Obrigações (12,43%). É ainda classificado com o selo Blockbuster pela Funds People.

Toby Vaughan é o gestor do quarto fundo multiativo da tabela – o Santander Select Moderado – com subscrições líquidas de 28,21 milhões de euros. De acordo com a ficha de produto da Santander Asset Management, o produto gere um património de 104 milhões de euros. Classificado com o selo Blockbuster pela Funds People, este fundo demonstra preferência pelo setor da tecnologia (22,50%), contrastando com o setor imobiliário (2,31%).

O BPI Moderado fecha o ranking, a apresentar entradas líquidas de 20,40 milhões de euros, desde o início do ano. A sua carteira é maioritariamente composta por fundos de instituições estrangeiras e nacionais, como por exemplo, o BNP Paribas , o BPI GIF Alt Fund Iberian Equity e o BSF Fixed Income Strategies. Tem como cada gestora a BPI Gestão de Activos e possui cerca de 263 milhões de euros em ativos sob gestão.

É de destacar a forte presença dos vários outros fundos da entidade gestora Caixagest, nesta tabela, bem como de outras grandes casas de gestão de ativos nacionais como a Santander AM ou a IMGA.

1

Fonte: Morningstar Direct

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 3 Siguiente