Tags: Negócio |

A agressividade também deu frutos aos investidores


Depois de termos vistos os fundos multi-ativos mais defensivos nos últimos cinco anos, é hora de nos fixarmos nos mais agressivos. Isto é, aqueles fundos multi-ativos que têm pelo menos 65% da carteira aplicada em ações.

Dos três segmentos multi-ativos do mercado nacional, este é mais pequeno. Composto por apenas quatro produtos, os seus ativos sob gestão somam mais de 82 milhões de euros. Já em termos de rendibilidade média nos cinco anteriores ao final do mês passado, esta situou-se nos 1,46%, segundo os dados publicados pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – APFIPP.

Do quarteto de produtos, aquele que apresenta a maior rendibilidade anualizada ao longo dos últimos cinco anos é o IMGA Prestige Valorização. Gerido pela IM Gestão de Ativos, o fundo regista ganhos de 3,57% tendo mais de 45 milhões de euros em património. O maior investimento em carteira é realizado no fundo BGF European Focus - que é Consistente Funds People - da BlackRock, seguido do ETF iShares Core S&P 500 da iShares.

Com mais de 3% de ganhos ainda surge mais um produto. Trata-se do Popular Global 75 que é da responsabilidade da Popular Gestão de Activos. Com mais de 23 milhões de euros em património, os dois maiores investimento em carteira são realizados em dois fundos da mesma entidade: a Columbia Threadneedle. Logo depois, em carteira, surge um fundo da Fidelity (o Fidelity European Dynamic Grth que é Consistente Funds People e um dos fundos preferidos dos selecionadores portugueses) e outro da Pionner Investments.

Existe mais um produto que regista rendibilidade positiva nos últimos cinco anos. Trata-se do Montepio Multi Gestão Dinâmica que atinge ganhos de 1,66%. Sob alçada da Montepio Gestão de Activos, o fundo tem mais 6,5 milhões de euros em património, com o maior produto em carteira a ser o MS INVF Eurozone Equity Alpha A que é gerido pela Morgan Stanley IM.

Os fundos multi-ativos agressivos nos últimos cinco anos

Apenas os fundos com rendibilidades positivas

Multiativos_agressivos_5YAbril16

Fonte: APFIPP no final de abril.

Empresas

O Mais Lido