Tags: Obrigações | Ações | EUA | Europa |

Novidades vindas da Fed sobre o Quantitative Easing e compra de ativos


Este início de semana de março traz algumas novidades para a Europa, mas as mais relevantes chegam-nos dos EUA. No entanto, segunda-feira, dia 17 de março, a zona euro fica a saber o índice de preços no consumidor no mês de fevereiro. Neste mesmo dia nos EUA conhecem-se dados acerca da produção industrial no mês de fevereiro, e ainda o índice NY Empire State Manufacturing, que dá conta das condições de negócio dos fabricantes de Nova Iorque.  Em Portugal, a Impresa apresenta resultados relativos ao ano de 2013.

No dia seguinte, 18 de março, são novamente revelados dados importantes para a Europa. O Eurostat indica quais os resultados da balança comercial em janeiro, enquanto se conhece também o ZEW Economic Expectations, que dá conta  das expectativas da europa em relação ao desenvolvimento económico da Alemanha nos próximos seis meses. Já a Alemanha conhece o ZEW Survey Economic Sentiment precisamente em relação à atual situação do país.

Minutas e discurso do Governador do BoE

Quarta-feira, dia 19 de março, as atenções focam-se no Reino Unido, já que o Bank of England (BoE) divulga as suas minutas, referentes ao encontro de política monetária levado a cabo nos dias 5 e 6 de março. Neste mesmo dia o BoE apresenta o Agents’ Summary of Business Conditions, que resume os relatórios mensais publicados compilados pelo Banco de Inglaterra,  após discussões com cerca de 700 empresas.

EUA: Quantitative Easing e programa de compras

Nos EUA, o destaque vai primeiramente para as novidades acerca da política do Quantitative Easing 3. Neste mesmo dia conhecem-se também dados acerca do programa de compras de ativos da Reserva Federal, mas também as projeções levadas a cabo pelo comité de operações de mercado aberto. Segue-se o habitual discurso da presidente da Fed, Janet Yellen.

Quinta-feira, dia 20 de março, as novidades aparecem do lado do Japão, com o governador Haruhiko Kuroda, a levar a cabo uma conferência de imprensa sobre as políticas monetárias de Tóquio. Nos EUA o destaque vai para os testes de stress à banca.

A fechar a semana, dia 21 de março, na zona euro sabe-se o nível de confiança dos consumidores no mês de março, realizando-se também um encontro do conselho europeu, destaque para o discurso de Jeremy Stein, do comité de operações de mercado aberto.

Nos leilões de dívida, terça-feira é dia de Espanha ir aos mercados financiar-se, enquanto no dia seguinte, será a vez da Alemanha e Portugal. Dia 20 os leilões de dívida fazem-se com Espanha e França. 

Notícias relacionadas