Nova SBE sobe 8 lugares no ranking do Financial Times


A Nova SBE volta a integrar o ranking internacional de 2019 da publicação Financial Times com dois cursos de mestrado. Esta lista avalia a performance dos mestrados de gestão de todas as business schools espalhadas pelo mundo e segue rigorosos critérios de excelência do ensino, nível salarial, empregabilidade, internacionalização da faculdade, equilíbrio de género e línguas de ensino. Os dois cursos da Nova SBE a marcar presença são: “Mestrado Internacional em Gestão” e o “Mestrado Internacional em Gestão da Aliança CEMS”.

O primeiro, o “Mestrado Internacional em Gestão” subiu da 30ª para a 22ª posição mundial (a 19ª europeia). O segundo, “Mestrado Internacional em Gestão da Aliança CEMS” da 9ª para 8ª, voltando assim a entrar no top 10. Com esta classificação a Nova SBE é a business  school  portuguesa internacionalmente mais bem cotada neste ranking.

O  diretor da Nova SBE, Daniel Traça, revela: “A Nova SBE e, estou certo que toda a sua comunidade, orgulha-se hoje deste resultado com ligação direta à consolidação da nossa estratégia de internacionalização. Distinguimo-nos sobretudo nos números de faculty internacional, alunos internacionais e média salarial que é um direto reflexo da internacionalização da nossa empregabilidade. Vemos assim confirmada a estratégia que seguimos nos últimos anos e que pretendemos manter, agora sustentada no nosso novo campus."

“O Mestrado em Gestão Internacional da Aliança CEMS, lecionado em Portugal apenas na Nova School of Business & Economics (Nova SBE) subiu um lugar no prestigiado Ranking do Financial Times, tornando-se o 8º melhor Mestrado do Mundo. A Nova SBE é uma das maiores escolas desta aliança que junta 32 das melhores Business Schools do Mundo, e a segunda maior em termos de números de candidatos ao Programa, demonstrando assim a nossa capacidade em atrair e formar excelentes alunos oriundos dos 5 continentes que procuram um ensino global, e que ambicionam contribuir de forma relevante e responsável nas Organizações e na Sociedade”, conta Catherine da Silveira, Diretora Académica do Mestrado em Gestão Internacional do CEMS na Nova SBE.

Notícias relacionadas

O Mais Lido