Nordea 1 - Nordic Ideas Equity Fund: Abordagem fundamental bottom-up quantitativa


A entidade gestora Nordea Asset Management disponibilizou a seguinte informação acerca do fundo Nordea 1 - Nordic Ideas Equity Fund , classificado com o selo Consistente pela Funds People:

Breve descrição do fundo

O fundo investe em empresas nórdicas que estão sediadas ou que a parte predominante da sua atividade económica é realizada na região Nórdica (Suécia, Noruega, Dinamarca e Finlândia). Isto significa que o fundo tem acesso tanto às empresas de classe mundial com fortes posições no mercado global, como às empresas nacionais em posição de se tornarem futuros “vencedores”. A região nórdica tem desfrutado de um crescimento mais robusto do que a Europa durante os últimos dez anos e as empresas nacionais são financeiramente sólidas e estão em posição de beneficiar do crescimento global. O fundo investe num portefólio concentrado (20-25 participações) das empresas nórdicas mais bem classificadas no mercado de capitalização com tendência de “mid-cap”, que usam uma análise fundamental bottom-up que se foca na pesquisa interna. O universo de investimento é examinado através de fontes internas e externas onde tanto as valorações absolutas como as valorizações relativas são consideradas.

Principais diferenças face a outros produtos no mercado

  • O Nordea 1 - Nordic Ideas Equity Fund (“NIEF”) é uma solução de alta convicção com 20-25 posições onde a maior parte dos peers, normalmente, tem 40 a 50 posições.
  • O NIEF apresenta mais diversificação do que os seus concorrentes:
  • Em termos dos setores: o NIEF é investido quase de forma igual nos setores de Serviços Financeiros, Consumo Cíclico e Indústria.
  • Em termos dos limites do mercado: o NIEF investe em todos os limites de mercado com inclinação para “mid-cap”.
  • O NIEF tem uma abordagem fundamental bottom-up com uma sobreposição qualitativa para identificar empresas de qualidade.

Objetivos de investimento

O NIEF tem 3 a 5 anos de desempenho superior contínuo.

Abordagem de investimento

O NIEF tem uma abordagem fundamental bottom-up quantitativa (CFROI) com sobreposição qualitativa para identificar empresas de alta qualidade. O NIEF tem um estilo growth e investe em todas das capitalizações de mercado com tendência “mid-cap”.

Restrições de investimento

- Qualidade do emissor

Sem limitações.

- Geográficas

Um mínimo de 10% dos ativos sob gestão, devem ser investidos num dos mercados nórdicos seguintes: Finlândia, Suécia, Noruega, Dinamarca.

- Setoriais

A exposição do setor está limitada a um máximo de 30% per GICS setor.

Benchmark e tracking error

Número de participações e turnover:

  • Número médio de participações desde o lançamento: 23**
  • Turnover: -0,55% (Portefolio Turnover Rate, fim de 2017)

**Período tomado em consideração: 29/04/2013 – 30/04/2018

Política de risco

A Nordea Asset Management tem procedimentos de Gestão de Risco implementados. No entanto, a política da Nordea é não revelar esse documento.

Na Nordea, a gestão de risco e o cumprimento de matrizes de investimento são considerados uma parte essencial no funcionamento do negócio. Assim, a Nordea Asset Management construiu uma plataforma sólida onde o risco é medido e monitorizado a três níveis diferentes:

1

NIM AB: Nordea Investment Management AB

NIM AG: Nordea Investment Management AG

NIM NAI: Nordea Investment Management North America, Inc.

NAM: Nordea Asset Management

1º nível: as equipas de investimento (tanto boutiques internas como externas) estão encarregues de supervisionar e monitorizar o risco dentro dos seus próprios portefólios, tais como a adesão dos limites de exposição e processo e das matrizes de mandato. As boutiques internas são apoiadas pela equipa de Análise de Performance e Risco que realiza uma análise de performance e de risco independente e exaustivo regularmente.

2º nível:  a Nordea Investment Management Middle Office Risk Management segue a adesão a restrições aplicáveis, limites e barreiras relacionadas com o risco a nível do fundo diariamente. Asseguram que potenciais falhas sejam detetadas, ultrapassadas se necessário, e que correções são levadas a cabo imediatamente. Como tal, o Nordea Middle Office controla limites de risco interno e externos (tais como, exposição global, VaR, risco de liquidez, exposição de contraparte) e executa testes, incluindo, testes de stress. Todos os controlos desempenhados e potenciais problemas identificados são devidamente identificados no 3º nível de controlo.

3º nível: o terceiro nível de controlo é assegurado pela Gestão de Risco, função que trata da revisão e avaliação dos relatórios recebidos e contribuições das funções de controlo anteriores. O terceiro nível também é responsável pelo seguimento relativamente a qualquer agravamento dos participantes acima mencionados, assegurando um processo de correção preciso e sem problemas, se necessário.

Política de liquidez

Como acima mencionado, o risco de liquidez do portefólio da Nordea Asset Management é medido pelo NIM AB Middle Office Risk Management (2º nível de controlo). O processo de gestão do risco de liquidez é aprofundado no seguinte documento:

http://www.nordea.lu/sitemod/upload/root/z-temp/staticlinks/internal-liquidity-monitoring-process.pdf

Cobertura cambial

As classes de ações são cobertas contra a moeda base do sub-fundo diariamente. De forma a garantir a melhor cobertura cambial, qualquer fluxo de capital (subscrição/resgate) em classes de ações com cobertura é identificado e convertido numa moeda base (via um FC spot). Além disso, um FX forward (com um 1 mês de prazo) é utilizado para cobrir a exposição do FX contra as classes de ações com cobertura cambial enquanto aumenta/diminui a cobertura existente em conformidade (relacionado com o fluxo de dinheiro e com a variação do NAV). O índice de cobertura mínimo requerido do Total Net Asset da classe de ações com cobertura varia entre 95% e 105%, mas a Nordea tem um índice mais restritivo que está entre 99,5% e 100,5%. Tal cobertura é desempenhada pela JP Morgan Branch que atua como o nosso agente de PCO (Passive Currency Overly).

Uso de derivados

O sub-fundo pode utilizar derivados como parte da estratégia de investimento para fins de cobertura de forma a aplicar de forma eficiente as técnicas de gestão do portefólio. O fundo não usa derivados atualmente.

Portefólio Turnover Rate (PTR)

O Portefólio Turnover Rate é o indicador da relevância dos custos adicionais incorridos por um fundo aquando da compra e venda de investimentos.

O PTR é calculado pelo fundo para os 12 meses seguintes no fim do fecho anual ou semi-anual de contas.

Fórmula utilizada no cálculo do PTR

1

Total 1 = Total de títulos** compras e vendas CU*

Total 2 = Total subscrições e redemptions in CU*

*CU = unidades de moeda na moeda de contabilização do fundo

 **Ações, Obrigações, Direitos, Mandatos, Opções e Meta de Fundos.

Média de ativos líquidos

ptr2

*CU = unidades de moeda na moeda de contabilização do fundo

Processo de anualização para fundos lançados recentemente

ptr3

Notícias relacionadas

O Mais Lido