Tags: Negócio | Ações |

Nordea 1 Latin American Equity Fund: Forte infraestrutura


A entidade gestora Nordea Asset Management disponibilizou a seguinte informação acerca do fundo Nordea 1 Latin American Equity Fund, classificado com o selo Consistente pela Funds People:

Breve descrição do fundo

A alta convicção centrada nas ações latino-americanas tem como objetivo fornecer aos investidores a valorização de capital a longo prazo.

Para fortalecer a abordagem multi-boutique de sucesso da Nordea, a empresa nomeou a Itaú Unibanco Asset Management (sediada em São Paulo, no Brasil) como subgestora do fundo, no dia 27 de novembro de 2008.

Principais diferenças face a outros produtos do mercado

Principal estratégia de desempenho

  • Classificação no 1º decil durante vários períodos: 3 meses, 6 meses, 1 ano, 5 anos*
  • Morningstar 4*

Parceria com um dos maiores bancos na América Latina, o Itaú Unibanco, muito reconhecido pelas suas capacidades de gestão de investimento.

  • As pesquisas por conta própria são fundamentais para a abordagem do nosso investimento.
  • Forte infraestrutura e rede.

Processo rigoroso

  • Combinação de alocação a ativos, setores e países baseada numa análise fundamental.
  • Equipa de gestão do fundo com experiência, sediada em São Paulo e apoiada por uma das maiores e reconhecidas equipas de “equity research” da região.

Objetivos de investimento

O fundo tem como objetivo um retorno de 3% por ano acima do benchmark e um ex-ante tracking error de ± 6% por ano.

Abordagem de investimento

O fundo tem como objetivo superar o MSCI LatAm 10/40 Index ao longo de três anos através de uma abordagem top-down e bottom-up ativa, fundamentalmente orientada para o investimento e em conjunto com insights do mercado local. A análise top-down determina maioritariamente a alocação por país enquanto a análise bottom-up tem um maior impacto na seleção de ações dentro de um país. A mais importante fonte de retorno de excesso será a seleção de ações. O fundo não se restringe a ações que possam ser qualificadas como value ou growth.

Restrições de investimento

- Qualidade dos emissores

Não aplicável.

- Geográficas

América Latina. Sem limitações.

- Setoriais

Sem limitações.

Benchmark e tracking error

O benchmark do fundo é o MSCI EM Latin America 10/40 – Net Return Index denominado em Euros.

O tracking error médio histórico (baseado nas observações mensais) desde o início do fundo é de 7,7%.

Número de títulos e rotatividade

O portefólio vai deter em média entre 40 e 60 ações.

O número médico histórico de ações desde o início do fundo é de 69 ações.

A rotatividade dos últimos 4 anos é:

  • 2017:  97,12%
  • 2016:  73,66%
  • 2015:  220,65%
  • 2014:  193,64%

Política de risco

A Nordea Asset Management tem procedimentos de Gestão de Risco implementados. No entanto, a política da Nordea é não revelar esse documento.

Na Nordea, a gestão de risco e o cumprimento de matrizes de investimento são considerados uma parte essencial no funcionamento do negócio. Assim, a Nordea Asset Management construiu uma plataforma sólida onde o risco é medido e monitorizado a três níveis diferentes:

1

NIM AB: Nordea Investment Management AB

NIM AG: Nordea Investment Management AG

NIM NAI: Nordea Investment Management North America, Inc.

NAM: Nordea Asset Management

1º nível: as equipas de investimento (tanto boutiques internas e externas) estão encarregues de supervisionar e monitorizar o risco dentro dos seus próprios portfolios, tais como a adesão dos limites de exposição e processo e das matrizes de mandato.As boutiques internas são apoiadas pela equipa de Risk & Performance Analysis que realiza uma análise de performance e de risco independente regularmente.

2º nível: a Nordea Investment Management Middle Office Risk Management segue diariamente a adesão das restrições, limites e barreiras aplicáveis relacionadas com o risco ao nível do fundo. Asseguram que as possíveis lacunas são detetadas, intensificadas se necessárias e tomam ações corretivas de imediato. Assim, o Nordea Middle Office controla os limites de risco externos e internos (tal como a exposição gobal, VaR, risco de liquidez, exposição de contraparte) e desempenha backtests e testes de stress. Todos os controlos desempenhados e potenciais problemas identificados são devidamente identificados no 3º nível de controlo.

3º nível: o terceiro nível de controlo é assegurado pela Gestão de Risco, função que trata da revisão e avaliação dos relatórios recebidos e contribuições das funções de controlo anteriores. O terceiro nível também é responsável pelo seguimento relativamente a qualquer agravamento dos participantes acima mencionados, assegurando um processo de correção preciso e sem problemas, se necessário.

Política de liquidez

Como acima mencionado, o risco de liquidez do portefólio da Nordea Asset Management é medido pelo NIM AB Middle Office Risk Management (2º nível de controlo). O processo de gestão do risco de liquidez é aprofundado no seguinte documento:

http://www.nordea.lu/sitemod/upload/root/z-temp/staticlinks/internal-liquidity-monitoring-process.pdf

Cobertura cambial

Não aplicável.

Uso de derivados

O fundo pode utilizar derivados para fins de cobertura ou de forma a aplicar técnicas de gestão de portefólio eficientes.

As posições dos derivados são convertidas em posições equivalentes em ativos subjacentes após serem considerados todos os efeitos de “netting” e cobertura, tal como descrito na secção III.4.2. do CSSF Circular 11/512.

As exposições totais aos mercados decorrentes dos derivados não podem exceder 100% do Net Asset Value do fundo para que a exposição global do fundo às ações, obrigações e ao mercado monetário não exceda os 200% do Net Asset Value do fundo.

Portefólio Turnover Rate (PTR)

O Portefólio Turnover Rate é o indicador da relevância dos custos adicionais incorridos por um fundo aquando da compra e venda de investimentos.

O PTR é calculado pelo fundo para os 12 meses seguintes no fim do fecho anual ou semi-anual de contas.

Fórmula utilizada no cálculo do PTR

1

Total 1 = Total de títulos** compras e vendas CU*

Total 2 = Total subscrições e redemptions in CU*

*CU = unidades de moeda na moeda de contabilização do fundo

 **Ações, Obrigações, Direitos, Mandatos, Opções e Meta de Fundos.

Média de ativos líquidos

ptr2

*CU = unidades de moeda na moeda de contabilização do fundo

Processo de anualização para fundos lançados recentemente

ptr3

*BP-EUR share class. Data Source – © 2018 Morningstar, Inc. All Rights Reserved as of 30.04.2018. The Morningstar Rating is an assessment of a fund’s past performance – based on both return and risk – which shows how similar investments compare with their competitors. A high rating alone is insufficient basis for an investment decision. Past performance is no guarantee of future results.

Notícias relacionadas

O Mais Lido