Tags: Estilo |

Mortem: exposição está patente na Fábrica Braço de Prata


Foi na Fábrica Braço de Prata que a exposição “Mortem”, do jovem fotógrafo lisboeta Rodrigo Santos foi inaugurada há menos de um mês, a 19 de setembro. Rodrigo Santos foca-se na representação dos sentimentos mais obscuros da sociedade, através da fotografia de retrato.

O fotógrafo de apenas 20 anos procura sempre uma abordagem sentimental e comunicativa na fotografia que produz. “Mortem” retrata a obstrução do “eu” causada por fatores externos ao indivíduo bem como a possessão de algo ou alguém sobre o que o próprio indivíduo faz.

“Mortem” ficará patente na Fábrica Braço de Prata, na rua Fábrica de Material de Guerra, até 26 de outubro de 2019. A exposição poderá ser visitada às terças-feiras das 20h00 às 02h00, às quartas-feiras e quintas-feiras das 18h00 às 04h00 e aos sábados das 14h00 às 04h00.

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido