Tags: Negócio |

Montepio Capital com melhor retorno na categoria de acções UE, Suíça e Noruega


O Montepio Capital liderava os retornos entre os fundos da categoria de UE, Suíça e Noruega, no final da passada semana, tendo entrada para a lista dos dez melhores da semana, de acordo com os dados divulgados ontem pela APFIPP.

A 19 de Abril, o Montepio Capital tinha uma rendibilidade anualizada a 12 meses de 26,04%, sendo a média do desempenho dos 16 fundos que integram esta categoria de 13,44%, no mesmo período. Trata-se de um fundo de acções ibéricas, que investe em acções no mercado ibérico e também em outras bolsas de países da União Europeia, da OCDE e de alguns mercados emergentes, e que tem como propósito “rendibilizar o investimento em acções ibéricas de vários sectores”, de acordo com a ficha do fundo, no site do Montepio.

No final de Março, a carteira do fundo era composta por 33 acções, sendo as 10 maiores posições em Galp Enegia (6,56%), BBVA (5,65%), Industria de Diseño Textil (5,55%), Grifols (5,17%), Repsol (4,73%), Abertis Infraestructuras (4,69%), Telefonica (3,91%), Obrascon Huarte Lain (3,82%), Jazztel (3,54%) e Banco Santandr (3,36%), de acordo com dados da Morningstar Portugal.

Com o desempenho com que terminou a semana passada, o Montepio Capital foi incluído no ‘top ten’ por rendibilidade efectiva anual, referente ao mesmo período, ocupando a sexta posição.  Gerido pela Montepio Gestão de Activos, este fundo tem 3,4 milhões de euros sob gestão e é classe de risco 5, segundo a fica semanal divulgada pela APFIPP. Este ‘ranking’ continua a ser liderado pelo Caixagest Mix Emergentes – FEI,  da categoria de fundos com protecção de capital, com uma rendibilidade efectiva anual de 40%, 9,9 milhões de euros sob gestão e classe de risco 4.

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido