Tags: Negócio |

Montante sob gestão nos OICVM estrangeiros cresceu 3,8% no trimestre passado


Os Organismos de Investimento Colectivo em Valores Mobiliáros (OICVM) estrangeiros em Portugal caminham a passos largos para o valor de 3.000 milhões de euros. Os últimos dados publicados pela CMVM, referentes ao final do terceiro trimestre do ano, mostram que no trimestre passado o valor aumentou em 3,8% para os 2.925 milhões de euros. Se olharmos para o crescimento ao longo de 2016, o aumento é de 1%, e nos últimos doze meses situa-se em 8,7%, ou seja, mais de 230 milhões de euros.

Aumentando o período de análise – para os último cinco anos – verificamos que o aumento tem sido praticamente exponencial. Em setembro de 2011 o valor total ascendia a quase 600 milhões de euros, e cinco anos depois, o crescimento é de quase 400%, ou seja, mais de 2.300 milhões de euros.

OICVM estrangeiros em Portugal, nos últimos cinco anos

OICVM_estrangeiraos_set16_5y

Fonte: CMVM. Em milhões de euros.

 

As entidades com mais de 500 milhões de euros

Em Portugal, são três as entidades comercializadores que distribuem mais de 500 milhões, no montante total sob gestão dos OICVM estrangeiros. O Deutsche Bank, o Bankinter e o Banco Best totalizam 1.889 milhões de euros, praticamente 65% do total do mercado.

No que diz respeito ao número de OICVM estrangeiros, o Banco Best lidera como a maior plataforma, com 87 OICVM disponíveis, seguindo-se o Deutsche Bank com 32 e o ActivoBank com 31.

As entidades com mais de 100 milhões em OICVM estrangeiros

OICVM_mais_de_500m

Fonte: CMVM

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido