Montante investido em fundos imobiliários com subida tímida em setembro


No mês de setembro, e de acordo com a CMVM, os ativos sob gestão dos fundos de investimento imobiliário (FII), dos fundos especiais de investimento imobiliário (FEII) e dos fundos de gestão de património imobiliário (FUNGEPI) ascendeu aos 10.418,1 milhões de euros. Este valor representa menos 4,7 milhões de euros, ou seja, uma diminuição de 0,04% comparativamente ao mês anterior.

(Clique na imagem para ampliar.)

total

Quanto ao montante investido, este cresceu 0,4%, fixando-se nos 7.685,4 milhões de euros. Contudo, no fundos especiais de investimento imobiliário, o valor sofreu uma queda de 1,4% para 2.387,3 milhões de euros e nos fundos de gestão de património imobiliário decresceu 0,6% para 345,5 milhões de euros.

A Interfundos detém a quota de mercado mais elevada com 13,2%. Segue-se a Square AM com 11,4% que recentemente lançou em parceria com o Banco Best um novo fundo de investimento imobiliário, o Property Core Real Estate Fund. A Caixa Gestão de Ativos fecha o pódio com 9,3%.

(Clique na imagem para ampliar.)

entidades

Mudanças

Em setembro foram liquidados três fundos, dois geridos pela Gefismo – o Imocrescrente – Fundo de Investimento Imobiliário Fechado e o Imoprime – Fundo de Investimento Imobiliário Fechado, e um pela GNB Real Estate – o Orey Reabilitação Urbana - Fundo de Investimento Imobiliário Fechado.

No período em análise, a gestão do "Capital Real I – Fundo Especial de Investimento Imobiliário Fechado", passou da Insula Capital para a LYNX Asset Managers.

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido

Próximos eventos