Tags: Pensões |

Montante em fundos de pensões perto dos 20.000 milhões de euros


Valores relativos ao fecho do primeiro trimestre de 2018, divulgados pela Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões no Relatório de Evolução dos Fundos de Pensões, mostram que os ativos sob gestão em fundos de pensões atingia a 31 de março os 19,73 mil milhões de euros. Contudo, este valor representa uma quebra ligeira face ao final do ano, num período em que a volatilidade tomou conta dos mercados de ações e obrigações no mundo desenvolvido.

Captura_de_ecra__2018-06-06__a_s_15

A quebra referida deu-se principalmente ao nível dos fundos fechados, cujo valor recuou para 17,64 mil milhões de euros, dos 17,7 mil milhões de euros registados no final de 2017. Os ativos em fundos abertos cresceram 1,61% para os 2,09 mil milhões de euros. “Tendo em consideração as contribuições entregues aos fundos e as respetivas pensões pagas, a rendibilidade dos fundos de pensões, face ao final do ano de 2017 foi de 0,21%”, pode ler-se no relatório publicado pela ASF.

Alocação

Os movimentos mais expressivos na alocação das carteiras agregadas dos fundos de pensões foram uma subida de 3% na ponderação da dívida pública, para 32%, a par com uma subida do peso dos segmentos de fundos de investimento e imobiliário em 1% cada, para 31% e 9% respetivamente. Curiosamente, tanto as ações como os depósitos bancários viram o seu peso recuar no trimestre.

Captura_de_ecra__2018-06-06__a_s_15

Notícias relacionadas

O Mais Lido