Tags: Negócio |

Millennium BCP: crescimento de 12,3% nos recursos de clientes fora de balanço


O Millennium BCP apresentou os seus resultados referentes ao primeiro semestre de 2017, nos quais é evidente um resultado líquido de 89,9 milhões de euros. Estes lucros são, segundo a instituição financeira, consequência “da expansão contínua do resultado core, que se cifrou em 558,6 milhões de euros no primeiro semestre de 2017, comparando com 437,1 milhões de euros no mesmo período de 2016. Verificou-se também uma redução significativa dos créditos em mora e um aumento da cobertura total, incluindo garantias, para 105%”.

O grupo bancário viu o negócio melhorar tanto domesticamente como no segmento internacional, muito em virtude do impulso na margem financeira que a redução dos custos dos depósitos e o reembolso dos CoCo configura.

Comissões e recursos fora de balanço

As comissões da gestão de ativos no semestre evidenciam um crescimento de 12,5% face ao mesmo período de 2016 para 20,6 milhões de euros, embora apenas 3,2 milhões de euros de comissões de gestão de ativos estejam afetos à atividade nacional da instituição financeira. As comissões resultantes de operações sobre títulos atingem os 43,8 milhões, um crescimento de 12,6% face ao período homólogo.

Os recursos fora de balanço totalizaram 13.842 milhões de euros a 30 de junho de 2017, o que compara com os 12.323 milhões de euros à mesma data de 2016. Isto representa uma taxa de crescimento em linha com a do comissionamento total, na ordem dos 12,3%.

O fundo de pensões dos colaboradores da entidade, composto principalmente por obrigações (40%) e instrumentos de caixa (38%) mostrou ganhos de 3,5% no primeiro semestre do ano. As ações e investimentos imobiliários representam 13% e 9% na carteira, respectivamente.

Notícias relacionadas