Tags: Negócio |

Mercado transacional em Portugal inicia o ano com crescimento de 40,72%


O ano de 2018 começou de forma positiva para o mercado transacional português: em janeiro, o crescimento foi de 40,72% face ao mesmo período do ano passado. De acordo com o Relatório Mensal de M&A da Transactional Track Record, este crescimento ocorreu visto que os anúncios de compra e venda de participação que envolveram empresas portuguesas movimentaram 450 milhões de euros. No total, somaram-se 28 operações, o que significa um crescimento de 12% em relação a igual período de 2017, o que fez deste o melhor mês de janeiro desde 2016.

x

Fonte: TTR, janeiro de 2018

O sector Imobiliário foi o de maior movimentação durante este mês, com seis transações, embora tenha caído 33% face a janeiro do ano passado. Segue-se a Tecnologia, com três operações, e que, juntamente com o segmento Internet, assinalou crescimento de 50%.

No cenário dos investimentos de capital de risco, o destaque vai para os investimentos de venture capital, que iniciaram 2018 em alta. Foram registadas três operações pelo TIR, cujos valores somaram 31,63 milhões de euros, o que significa um crescimento de 55% em comparação ao mês homólogo do ano anterior. Já o segmento private equity teve um mês mais discreto, com três transações anunciadas, mas sem valores revelados.

No total, contabilizaram-se 14 operações cross-border inbound, em que empresas portuguesas foram adquiridas por estrangeiras, com Espanha a manter o interesse que demonstrado em 2017. Foram contabilizadas três transações que representaram 105 milhões de euros investidos no país. Contudo, em termos de volume financeiro, o destaque vai para a França, cujas aquisições chegaram aos 230 milhões, valor referente à aquisição do centro comercial Dolce Vida Tejo, o segundo maior shopping center do país, pelo grupo francês Axa Investment Managers – Real Assets.

x

Fonte: TTR, janeiro de 2018

Notícias relacionadas