Volume de fusões e aquisições em Portugal cresce 39% em abril


O mercado português de fusões e aquisições registou 25 transações em abril, revela o relatório mensal de M&A da Transactional Track Record. Trata-se de um crescimento de aproximadamente 39%.

E se no primeiro trimestre do ano o setor Imobiliário estava em evidência, o mês de abril contrariou a tendência e coloca o subsetor Elétrico em destaque, com cinco transações. O habitual líder – Imobiliário – registou quatro transações.

Transação do mês

A transação destacada pelo relatório transacional é a aquisição por parte da EDP de 82.000 pontos de abastecimento de GPL (gás propano liquefeito) da Repsol em Espanha. A aquisição foi feita através da sua filial espanhola, EDP Naturgas Energía. Os pontos de abastecimento em questão estão localizados nas Astúrias, Cantábria e País Bascos e o valor da operação foi de 116 milhões de euros.

Petróleo e Gás

200%: foi quanto cresceu “o número de transações que envolveram a aquisição de participação em empresas do sector de Petróleo e Gás”, lê-se no documento, entre janeiro e abril do ano presente, comparando com período homólogo do ano anterior. A contribuir para isso esteve a venda da empresa Naturgas. Depois de meses de especulação, a EDP fechou a venda da empresa de distribuição de gás espanhola por 2,5 mil milhões e foi esta a maior operação anunciada neste período, segundo o relatório do TTR.

TTR

Fonte: TTR – Transactional Track Record

O relatório revela ainda que, no departamento de private equity, no último mês contabilizaram-se cinco transações, um aumento de 67% em relação a abril de 2016. No panorama de venture capitalabril foi um mês com pouca expressão, com apenas duas operações.

Notícias relacionadas