Tags: Negócio |

Mercado de fusões e aquisições cai 45% em julho


O mercado de fusões e aquisições em Portugal não está na melhor forma de sempre. As últimas informações reveladas pela TTR (Transactional Track Record) mostram que o volume de fusões e aquisições somou 952 milhões de euros em julho, o que representa uma queda de 45% comparativamente com o mesmo período de 2017. Segundo o mapeamento efetuado pela Transactional Track Record (TTR), no mês de julho foram registadas15 operações neste âmbito em Portugal.

OPA sobre a EDP influencia valores

Desde o início do ano, por sua vez, o mercado de fusões e aquisições também decresce, mas menos. A TTR aponta a realização de 173 negócios, o que representa uma redução de 16,8% em comparação com o mesmo período de 2017. Das 173 operações, 71 tiveram os seus valores revelados, correspondentes, segundo as mesmas informações, a um valor total aportado superior a 14,9 milhões de euros, o que reflete um crescimento de 77,7% face ao período homólogo do ano anterior. Este valor foi fortemente influenciado, indicam,  “pela oferta pública de aquisição (OPA) lançada pela China Three Gorges sobre a EDP – Energias de Portugal em maio, avaliada em 9,1 mil milhões de euros”.

Neste contexto, o sector imobiliário permanece como o mais ativo do mercado português. A TTR contabiliza sete operações, que, somadas às realizadas nos primeiros seis meses do ano, contabilizam 43 deals, leve queda de 4% sobre os números de 2017. Destaque ainda para o crescimento em sectores de tecnologia, 29%, financeiro e seguros, 25%, e turismo, hotelaria, restaurantes, 20%.

 Espanha com destaque em Portugal

Quando falamos do número de operações cross-border, a TTR dá conta de 68 operações inbound no mercado português, nas quais as empresas portuguesas foram adquiridas por companhias estrangeiras. O investimento espanhol esteve em destaque, já que das 68 operações 19 foram foram protagonizadas por empresas com sede em Espanha, somando 1,9 mil milhões de euros aportados pelos vizinhos ibéricos em território português. Destacam-se ainda, segundo a publicação, os investimentos de empresas sediadas nos Estados Unidos, que já realizaram 11 operações em território português no ano, o que representa um crescimentos de 37,5% em comparação ao ano anterior. Ao todo somaram-se um total de 834 milhões de euros a este nível.

No âmbito outbound, foram 10 aquisições de empresas portuguesas no mercado externo.

 Venture Capital e Private Equity

Na área de venture capital, a TTR mostra um cenário mais positivo. Foram registadas 21 operações desde janeiro, que agregaram 436,3 milhões de euros. Os alvos preferidos dos fundos de venture capital foram os segmentos de Tecnologia, com 13 operações, e o sector de Internet, com seis. Não tão positivos foram os primeiros meses para os investimentos de private equity, que fecharam esse período numa tendência de queda, tanto em número de operações (queda de 39% para 20 transações) como em valores - redução de 67% no total aportado, para os 1,9 mil milhões de euros.

Merlin Properties compra Almada Fórum

Na habitual transação destacada pela TTR, a plataforma salienta a aquisição pela espanhola Merlin Properties, do centro comercial Almada Fórum à norte-americana Blackstone, por 406,7 milhões de euros. A Merlin Properties recebeu assessoria jurídica do escritório Garrigues Portugal.

Notícias relacionadas

O Mais Lido