Mercado de fundos de pensões alarga no primeiro semestre


Constituição de quatro fundos de pensões abertos PPR, três fundos de adesão coletiva e individual e a extinção de um fundo de pensões fechado: é este o resumo apresentado pela ASF (Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões) no que toca ao 1.º semestre relativo à evolução da atividade dos fundos de pensões.

Segundo o regulador, no primeiro semestre de 2019, o número de fundos de pensões sob gestão passou de 229 para 235 na sequência dos movimentos já referidos acima.

Captura_de_ecra__2019-12-06__a_s_16

Fonte: ASF, 1º semestre

No âmbito das adesões coletivas, foram extintas duas adesões, uma não tinha participantes nem valor do fundo e a outra adesão foi extinta unilateralmente. Neste semestre foram efetuadas 36 novas adesões, repartidas por 10 fundos de pensões abertos. No final de junho, segundo a ASF,  existiam 138 fundos de pensões fechados, 97 fundos abertos, 36 PPR, 1 PPA e 60 fundos que se encontravam dentro da categoria “Outros abertos”. As adesões coletivas, por seu lado, chegaram ao final do primeiro semestre do ano nas 959.

Relativamente às contribuições dos associados e participantes, o regulador dá conta de um acréscimo de 113,1% no total dos fundos de pensões, comparativamente com o primeiro semestre de 2018.

Captura_de_ecra__2019-12-09__a_s_10

Fonte: ASF, 1º semestre

No que diz respeito ao montante dos benefícios pagos, a ASF contabiliza um crescimento de 4,3% comparativamente com o período homólogo.

Captura_de_ecra__2019-12-09__a_s_10

Fonte: ASF, 1º semestre

 

Notícias relacionadas

O Mais Lido