Tags: Negócio |

Mar flat em julho


Os mais recentes dados publicados pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – APFIPP – mostram que “o valor dos activos geridos pelos F.I.M. ascendeu a 10.795,0 milhões de euros, o que se traduziu num aumento de 0,1% face ao mês anterior“, segundo se pode ler no relatório da Associação. O valor, como era de esperar, segue em linha com o que a CMVM publicou recentemente. A Associação mostra, também, que “desde o início do ano, verifica-se um decréscimo nos montantes sob gestão de 9,6%. Nos últimos 12 meses, observa-se uma diminuição de 5,5%”, conclui a APFIPP. A APFIPP dá, também, destaque à liquidação do Fundo de Gestão Passiva que estava sob alçada da Banif Gestão de Activos.

Subscrições líquidas ‘pisam o vermelho’

No que diz respeito às subscrições líquidas, estas seguiram em linha com o que tem acontecido ao longo dos últimos meses. Os resgates têm sido superiores às subscrições, e em julho essa diferença situou-se em mais de 102 milhões de euros, o que fez com que o valor de 2016 recuasse mais de 1.130 milhões de euros.

Três gestoras acima de 1.500 milhões de euros

Existem, no mercado nacional, três entidades que superam a marca dos 1.500 milhões de euros em ativos sob gestão, no que toca aos fundos mobiliários. A maior entidade nacional continua a ser a Caixagest com mais de 3.629 milhões de euros, menos 1,8% do que o registado em junho passado. Com 2.878 milhões de euros vem, logo de seguida, a BPI Gestão de Activos. Face ao mês anterior o montante sob gestão da entidade cresceu 1,8%.

A outra entidade é a IM Gestão de Ativos, que fechou julho com um património de 1.584 milhões de euros, menos 0,2% do que o registado em junho.

Evolução dos Ativos sob gestão em 2016*

ativos_APFIPP_2016_Jul16_

Fonte: APFIPP. *Valores em milhões de euros

Empresas