Tags: Gestores | Nomeações |

Man GLG contrata Firmino Morgado e Filipe Bergaña


A Man GLG anunciou a incorporação de uma das equipas de investimento em ações europeias mais reconhecidas das indústria. Trata-se da contratação de Firmino Morgado e Filipe Bergaña, que entram na entidade como gestores de fundos. Juntam-se à Man, vindos da W4i Investment, gestora especializada em ações europeias, onde geriam conjuntamente três estratégias de investimento centradas em ativos europeus:o W4i European Dividend, o W4i European Opportunities e ainda o W4i Iberian Opportunities. Em todos eles, conseguiram bater os seus benchmarks desde 1 de julho de 2015, a data do seu lançamento.

À espera de aprovação por parte do regulador, estas estratégias de investimento farão parte da oferta long-only da Man GLG e vão beneficar da plataforma institucional da gestora e da sua equipa de distribuição internacional. As estratégias aplicam a filosofia de investimento dos gestores, que se articula em torno de carteiras concentradas de alta convicção, formadas por empresas com avaliações atrativas e com potencial para crescer de forma sustentada ao longo do ciclo empresarial.

Firmino Morgado é um investidor que conta com uma larga experiência e com grande reconhecimento no mercado. São 25 anos de carreira profissional como gestor de investimentos. Antes de fundar a W4i em 2015, trabalhou doze anos na Fidelity onde se especializou na gestão de estratégias de ações europeias e ibéricas, gerindo o maior fundo de investimento de ações da Península Ibérica, com mais de 2.600 milhões de euros em património. As estratégias de ações europeias que geria na entidade situaram-se no primeiro quartil de rendibilidade na sua categoria Morningstar correspondente e a sua estratégia de ações ibéricas conseguiu bater 98% dos fundos da sua categoria Morningstar. Antes da Fidelity, trabalhou na Capital Group em Los Angeles e em Genebra. Anteriormente, geriu o fundo Whitehall da Goldman Sachs e o F-Turismo Venture Capital.

Filipe Bergaña, por seu lado, juntou-se à equipa em abril de 2015, após ter saido da Och-Ziff. Anteriormente, passou quatro anos na Fidelity International. Antes da Fidelity, desempenhou vários cargos na equipa de ações Europa da BlackRock em Londres e na Merrill Lynch Investment Managers em Madrid.

Profissionais

Notícias relacionadas

O Mais Lido