Tags: Negócio |

Mais resgatados de março: investidores optam por deixar a exposição a mercados emergentes asiáticos


Os profissionais do ActivoBank e do Banco Best, Bruno Pinhão e Rui Castro Pacheco, respetivamente, analisam o mês de março e revelam quais foram as razões que levaram os investidores a encaixar mais-valias por via de resgates.

Começando pelas opções dos clientes do ActivoBank, Bruno Pinhão, gestor da entidade, afirma que “quanto aos resgates, os investidores do ActivoBank foram coerentes e descartam exposição a mercados emergentes asiáticos, sobretudo China”. Além disso, o profissional refere que “apesar de esta geografia ter apresentado um desempenho positivo, esta foi a mais baixa de entre as mesmas, o que, aliado a recuperações expressivas no trimestre, terá motivado os clientes resgatar posições desta geografia”.

Já no caso dos clientes do Banco Best, Rui Castro Pacheco, diretor adjunto de investimentos da entidade, revela que “este mês, os investidores talvez embalados por um primeiro trimestre muito forte a nível dos mercados financeiros, não registámos resgates dignos de nota em qualquer tipo de estratégia”.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido