Maior risco trouxe consigo o maior retorno entre os fundos PPR nacionais no último ano


O habitual ranking da APFIPP com os PPR - fundos mobiliários ou fundos de pensões - com as melhores rentabilidades no último ano - neste caso com referência a 30 de novembro de 2019 - mostram que as cinco estratégias que maiores rentabilidades proporcionaram aos participantes se posicionam num nível de risco mais elevado entre os produtos disponíveis. Apesar dos níveis de risco variarem entre um e sete, os fundos PPR nacionais não ultrapassam o nível quatro de risco nos últimos 12 meses, segundo dados da APFIPP, o que se concretiza num desvio padrão entre 5% e 10%. 

Maior risco concretizou-se em maior retorno. E a liderar o ranking surge o NB PPR/OICVM, da GNB Gestão de Ativos e gerido por Paulo Joaquim. O fundo atingiu os 11,5% de rentabilidade no período em análise. Segue-se o BPI Reforma Valorização PPR/OICVM, gerido pela BPI Gestão de Activos, com 9,7% e o BBVA Estratégia Investimento PPR, fundo de pensões PPR gerido pela BBVA Fundos com 9,6%.

A fechar o top cinco divulgado pela APFIPP surge o Optimize Capital Reforma PPR/OICVM Ativo, da Optimize Investment Partners e o Bankinter 75 PPR/OICVM, na sua classe B, e gerido pela Bankinter Gestão de Ativos

Captura_de_ecra__2019-12-12__a_s_12

 

 

Profissionais
Produtos
Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido