Tags: Gestores | Ações | Europa |

M&G propõe transferir os ativos de clientes não denominados em libras para a sua gama luxemburguesa


M&G Investments propôs transferir as classes não denominadas em libras esterlinas de 21 dos seus fundos OEIC domiciliados no Reino Unido, para fundos equivalentes na sua gama luxemburguesa. O objetivo da proposta é velar pelos interesses dos clientes da M&G fora do Reino Unido, enquanto o país negoceia a sua saída da União Europeia.

Uma vez obtida a aprovação por parte da Autoridade de Conduta Financeira (FCA) e dos acionistas dos fundos, os ativos dos titulares das classes de ações em euros, francos suíços, dólares norte-americanos e dólares de Singapura irão ser transferidos para SICAV que seguirão as mesmas estratégias de investimento e serão geridos pelos mesmos gestores de fundos dos seus equivalentes OEIC.

A notificação formal destas propostas, incluindo informação detalhada das mesmas e datas finais, será enviada aos acionistas a partir de setembro deste ano.

“A nossa prioridade é reduzir ao máximo qualquer transtorno ocorrido aos nossos investidores e oferecer, por sua vez, a máxima certeza possível. As propostas que hoje anunciamos têm como objetivo proteger os interesses dos nossos clientes domiciliados fora do Reino Unido, oferecendo-lhes um acesso contínuo à gama atual de estratégias da M&G, independentemente do resultado final das negociações entre o Reino Unido e a União Europeia”, explica Anne Richards, CEO da M&G Investiments.

A Comissão de Supervisão do Setor Financeiro de Luxemburgo (CSSF) e a Autoridade de Conduta Financeira (FCA) foram informadas das propostas.

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido