Tags: Multiativos |

Lynx AM no top de rentabilidades em multiativos


É sabido que os mercados financeiros registaram oscilações no primeiro semestre, penalizando, assim, os fundos multiativos nacionais. Apenas dois fundos apresentaram rentabilidades positivas: são eles o Lynx Valor e o NB PPR.

O primeiro, gerido pela LYNX Asset Managers, apresenta uma rentabilidade nos primeiros seis meses do ano de 1,61%. Segundo os últimos dados da Morningstar, a dezembro de 2017, o produto tinha uma alocação de 12,55% a um ETF do iShares do S&P 500 com cobertura cambial, 8,09% no seu próprio fundo de obrigações, 6,06% no Jupiter European Growth Fund (classificado com ambos os selos de favoritos dos Analistas e Blockbuster pela Funds People) , 5,71% no Invesco Pan European Structered Equity Fund (classificado com ambos os selos Blockbuster e Consistente pela Funds People) e 5,22% no UBS Bond SICAV – Covert Global denominado em euros.

O segundo lugar do pódio pertence, então, ao NB PPR, com uma rentabilidade no primeiro semestre do ano de 1,37%. Lançado em 1991, gere, atualmente, um património de 17,11 milhões de euros. Tendo como gestor Paulo Loureiro Joaquim é um produto que investe em obrigações governamentais, sendo que investe, em grande medida, na dívida pública alemã (11,17%), na irlandesa (8,55%) e, ainda, num fundo da própria casa – NB Momentum (8,41%).

Captura_de_ecra__2018-07-10__a_s_12

Fonte: Morningstar Direct, junho de 2018

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente