Tags: Alternativos |

Investimento em UPs nos fundos imobiliários abertos em rota ascendente


O mês passado seguiu na mesma linha do que aconteceu nos últimos meses – e mesmo anos – nos fundos de investimento imobiliário: a descida nos ativos sob gestão. Segundo a CMVM, na sua publicação onde analisa o segmento imobiliário, é possível verificar que o valor sob gestão dos fundos de investimento imobiliário, dos fundos especiais de investimento imobiliário e dos FUNGEPI fixou-se em 10.720,3 milhões de euros, menos 1% do que o registado no final do mês de junho. Em termos monetários, essa descida é quase de 108 milhões de euros.

Investimento dos fundos abertos noutros produtos ‘não mexe’

Apesar da descida consecutiva dos ativos sob gestão nos fundos imobiliários, uma rubrica de investimento desses fundos tem-se destacado por conseguir apresentar um comportamento díspar, sobretudo se analisarmos os fundos imobiliários abertos. Falamos das Unidades de Participação em outros fundos de investimento. No final de julho, os fundos imobiliários abertos tinham investido, nas suas carteiras, mais de 22,25 milhões de euros noutros fundos de investimento, representando cerca de 0,56% do total do investimento realizado.

Desde do início do ano o incremento é de quase 1%, quando quase todo o segmento se encontra em tendência de decréscimo.

Gráfico do investimento em UPs pelos fundos imobiliário abertos*

Investimento_UP_dos_abertos_jul16

Fonte: CMVM. *Valores em milhões de euros.

Investimento dos fundos fechados em queda

Relativamente ao investimento realizado pelos fundos fechados em UPs de outros fundos, esta rubrica apresenta um comportamento em consonância com o restante mercado. Entre o final do ano passado e o final do mês passado, esta rubrica decresceu mais de 9% nos fundo fechados, para um total de 59,55 milhões de euros.

Gráfico do investimento em UPs pelos fundos imobiliário fechados*

Investimento_UP_dos_fechados_jul16

Fonte: CMVM. *Valores em milhões de euros.

Notícias relacionadas

O Mais Lido