Tags: Emergentes |

Investidores com maior literacia financeira investem em produtos mais arriscados


Relativamente ao perfil da distribuição do património líquido nas principais categorias de fundos, verifica-se que investidores com maior conhecimento sobre os riscos de mercado, como os dos segmentos ‘private’ e institucional, alocam uma percentagem maior dos seus recursos em fundos de acções e multimercados, que geralmente apresentam uma volatilidade mais elevada. Em geral, esses investidores apresentam uma maior tolerância às flutuações de mercado e uma visão de longo prazo nas suas decisões de investimento.

Assim, neste novo e actual cenário no que refere ao nível de juros, a intensificação da educação do investidor, em conjunto com a orientação por profissionais certificados, terá um importante papel a desempenhar para que o investidor, especialmente o do retalho, entenda melhor os riscos de mercado na procura por retornos mais elevados para as suas aplicações de longo prazo.

A captação líquida em fundos da categoria acções foi de 11 mil milhões de reais ou 5,5% do respectivo património líquido no mesmo período. O desempenho de alguns fundos, como os da categoria acções livre, que detêm o maior património, acumulam um crescimento de 11,28% nos últimos 12 meses o que pode explicar parte desse comportamento por parte dos investidores. Por outro lado, possivelmente os investidores, por compreenderem melhor os riscos do mercado accionista, apresentam uma maior tolerância às perdas no curto prazo.

Notícias relacionadas