Invest AR PPR é o fundo de alocação mais rentável nos últimos doze meses


A Morningstar classifica 72 fundos portugueses como sendo da categoria alocação, o que representa um total de 2.521 milhões de euros. Estes fundos são, ainda, classificados relativamente ao tipo de alocação feita pela sociedade gestora, tendo quatro sub-categorias, a conservadora, a flexível, a moderada e a agressiva. Existe, ainda, a sub-categoria alocação, normalmente associada a fundos especiais de investimento onde não se aplica nenhum dos estilos de distribuição de activos anteriores. Em média, esta categoria apresentou, nos últimos doze meses, uma rendibilidade de 8,9%.

Superando claramente esta média está o fundo Invest AR PPR, que lidera a rendibilidade global da categoria com 48,94% e, também, a da sua sub-categoria, conservador. Este fundo tem 2,8 milhões de euros sob gestão e recebeu o 'rating' cinco estrelas pela Morningstar. O segundo fundo mais rentável, no geral da categoria alocação, é um outro fundo poupança reforma, este gerido pela ESAF, e ao qual a Morningstar também atribui um 'rating' cinco estrelas - o Espírito Santo PPR. Este fundo tem um património de 5,1 milhões de euros e obteve um retorno, nos últimos doze meses, de 23,35%.

Dentro dos fundos de alocação flexíveis o fundo com maior rendibilidade, nos últimos doze meses, foi o Optimize Investimento Activo com 15,98%. Dos moderados, destaca-se o Caixagest Oportunidades com 19,94%, situando-se, igualmente, no terceiro lugar, no 'ranking' global da categoria Morningstar alocação. Esta fundo da Caixagest tem um património de 9,5 milhões de euros. O fundo especial de investimento Millennium Imobiliário, um fundo que investem noutros fundos, lidera a subcategoria alocação com 15,38%.

Empresas

Notícias relacionadas