Tags: Gestores | Negócio |

Invesco compra OppenheimerFunds por 5.700 milhões de dólares


Continua a ronda de consolidação na indústria de fundos. A Invesco anunciou a compra da OppenheimerFunds  à MassMutual, de forma a criar um gigante da área de investimento com 1,2 biliões de dólares de ativos sob gestão. Com o acordo, a Invesco converte-se na décima terceira entidade por tamanho a nível global e a sexta nos Estados Unidos.

Os acionistas da MassMutual receberão pelo negócio uma combinação de ações ordinárias e preferenciais e passam a ser um dos principais acionistas da Invesco, com uma participação de 15,5%. Aos atuais preços de mercado representa valorizar a operação em mais de 5.768 milhões de dólares ou em cerca de 5.000 milhões de euros.

A fusão combinará a força da OppenheimerFunds nas ações internacionais e emergentes, assim como a sua plataforma de distribuição a terceiros nos Estados Unidos, com a gama diversificada da Invesco, assim como a sua presença global.

Trata-se de uma transação altamente estratégica para a Invesco, já que, segundo explica Martin L. Flanagan, CEO da Invesco,  ajudará a cumprir uma série de objetivos: potenciar a sua liderança no mercado americano e global, dar os resultados que procuram os clientes, ampliar a sua relevância entre os clientes importantes, apresentar resultados financeiros fortes e continuar a atrair o melhor talento da indústria.

MassMutual entra no Board da Invesco

Dentro do conjunto de ações, receberão cerca de 81,9 milhões de ações da Invesco e 4.000 milhões de dólares em ações perpétuas preferenciais com um período de non-call de 21 anos e uma taxa de juro fixa de 5,9%. Assim, a MassMutual terá direitos de acionista minoritário, incluindo representação no conselho de administração da Invesco. O acordo contempla um período de lock-up de dois anos no caso das ações ordinárias.

Espera-se que a operação fique encerrada no segundo trimestre de 2019 já que ainda estão pendentes as aprovações do regulador e de terceiros.

 

Empresas

Notícias relacionadas