Tags: Obrigações | Ações | EUA | Europa |

ING IM: “Os mercados ainda são capazes de absorver as más notícias”


Apesar das, aparentemente, más notícias, como os cortes automáticos da despesa pública nos Estados Unidos, e os resultados adversos das eleições italianas, os mercados accionistas continuam a mostrar uma tendência positiva. "Embora, neste ponto, não se vá mudar a nossa visão de risco moderado, a verdade é que estamos mais prudentes em acções europeias e emergentes. O resultado das eleitoral italiano tornou-nos mais cautelosos em acções europeias. Também reduzimos a nossa exposição a mercados emergentes, uma vez que a depreciação de iene tem um efeito negativo na maioria dos exportadores asiáticos ", asseguram no ING Investment Management .

De acordo com o explicado num recente artigo, os mercados não parecem estar preocupados com a incerteza das política norte-americanas. "Os mercados depararam-se com uma série de más notícias na semana passada e isso causou alguma volatilidade, mas as acções continuaram a subir. E isso, apesar da incerteza criada pela Fed na semana passada, sobre o futuro de sua política de 'quantitative easing'. A acrescentar e simultaneamente, na Europa, comentava-se massivamente o resultado das eleições em Itália. Como esperado, o partido de centro-esquerda ganhou o controlo da Câmara, mas sem maioria clara no Senado. Não está claro como se vai resolver a situação. Todas as indicações são de que a Itália vai enfrentar um período de paralisia e incerteza política".

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido