Imobiliário foi um dos ativos subjacentes aos ETF mais negociados em abril


A lista de ETF mais negociados por parte dos clientes do ActivoBank e do Banco Best durante o mês de abril apresenta algumas “surpresas”, com os ativos subjacentes a serem bastante diversos e pouco comuns em comparação com as listas de meses anteriores.

Os clientes do ActivoBank, por seu turno, parecem ter mantido o sector tecnológico no topo das suas preferências. Rui Olo, responsável na direção de marketing pelos produtos e investimentos da entidade, refere isso mesmo, acrescentando que o "outros ativos" estiveram também em destaque durante o mês de abril. De facto, a presença de ETF relacionados com a exploração de ouro são um exemplo disso mesmo.

Do lado das preferências dos clientes do Banco Best foi onde se verificou uma maior diversidade, tal como destaca Rui Castro Pacheco, diretor adjunto de investimentos da entidade. Entre os ETF mais negociados no Banco Best encontramos “um ETF que segue o mercado de dívida, o iShares Core € Corp Bond (obrigações de empresas europeias), “e dois ETF sobre temáticas um pouco mais alternativas aos índices de ações”, adianta o profissional. Quanto a estes últimos produtos, os destaques foram o Vanguard Real Estate Index, “que segue um índice sobre o mercado imobiliário”, e o iShares Global Timber & Forestry, “que segue um índice relacionado com a madeira e as florestas”, acrescenta.

No que diz respeito aos índices de ações, o único ETF sobre índices temáticos a figurar nesta lista foi o SPDR® S&P Oil & Gas Exploration & Production, “que segue empresas que desenvolvem o seu negócio na indústria do petróleo e do gás”.

Já os restantes ETF são produtos que seguem índices globais e regionais. Em termos regionais, marcou presença entre as preferências dos investidores do Banco Best a Europa, com iShares Euro Stoxx Mid (um índice de médias capitalizações) e com o iShares Euro Stoxx 50 (que segue as 50 maiores empresas europeias). Para além da Europa, o continente americano surge com duas regiões distintas: a América do Norte, com o Vanguard S&P500, e a América Latina, com o iShares Latin America 40. Destaque também para o continente asiático, com a presença de um índice que segue grandes empresas chinesas, o iShares China Large Cap. Em termos globais, o iShares MSCI World Eur Hedged é o seu representante, que segue o índice global com cobertura cambial.  

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

Os ETF também morrem

Nos últimos 15 anos as gestoras retiraram do mercado 800 fundos cotados. Os provedores costumam dar ao produto um prazo de três anos para superar os 100 milhões. Se não o conseguirem, o mais provável é que acabem por ser liquidados.

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido

Próximos eventos