Tags: Alternativos |

Imobiliário: 9.000 milhões de euros investidos por investidores estrangeiros desde o ano 2000


Desde o início deste século que quase 9.000 milhões de euros foram investidos  por investidores estrangeiros no mercado português imobiliário, o que representa 63% do total investido em imobiliário comercial em Portugal.  A conclusão é da Cushman & Wakefield, no seu “Guia Ibérico de Investimento Imobiliário 2018”, onde se debruça precisamente sobre o papel dos investidores estrangeiros em Portugal.

Segundo o documento, a maioria do investimento estrangeiro tem vindo a ser feito no sector do retalho, aproximadamente 4.900 milhões de euros – e, por regra, em “centros comerciais de médio/grande dimensão, que normalmente são tipicamente demasiado grandes para investidores locais”. Os investidores estrangeiros, diz também o documento, têm-se centrado também “nos maiores ativos de escritórios, com um tamanho acima dos 20 milhões de euros”.

Para os investidores estrangeiros, o investimento em Portugal vai ao encontro das suas expectativas, possibilitando uma “efetiva diversificação do risco” e permitindo “alcançar elevados retornos comparativamente com outros mercados mais maduros”.

Como é possível verificar no gráfico abaixo, de 2000 até ao primeiro trimestre de 2018 há uma “gama” de investidores estrangeiros a compor o mercado nacional. Os americanos são os que mais investem em Portugal, compondo 22% do universo total; segue-se a categoria “outros” e os alemães, com 17% e 16%, respetivamente, do investimento total protagonizado por investidores estrangeiros.

 

Investidores estrangeiros Cushman

Notícias relacionadas