Tags: Obrigações |

IMGA e GNB GA lideram nas captações ponderadas pelo património do final de 2018


Depois de listados os 20 fundos com maiores captações absolutas ao longo de 2019, mostramos agora quais aqueles que mais viram os seus ativos crescerem face aos que detinham em carteira no final do ano passado. Os fundos que acabam por liderar este ranking, com captações ponderadas superiores a 300% são fundos que foram lançados ao longo dos últimos 12 a 14 meses, pelo que esta métrica é impactada pela reduzida base de ativos com que começaram o ano. 

Excluindo este conjunto de cinco, são duas entidades portuguesas que se destacam. A liderar a tabela com três fundos, surge a IMGA. O fundo de gestão de liquidez da casa - IMGA Liquidez -, por exemplo, captou dinheiro num volume que supera mais de 2,5 vezes os ativos com que fechou 2018 e lidera o ranking. Seguem-se dois fundos de obrigações, cujo sucesso comercial ao longo de 2019 também proporcionou um crescimento significativo dos AuM. Falamos do IMGA Rendimento Semestral, gerido por Duarte José, CFA, e o IMGA Dívida Pública Europeia, a cargo de Aitor Zubeldia

Já a GNB Gestão de Ativos posiciona três dos seus fundos nas seguintes posições do ranking por captações ponderadas. Em primeiro lugar dos três, o NB Capital, gerido por Manuel Aguiar. Seguem-se dois dos líderes por rentabilidade do ano. Na categoria de multiativos, o NB PPR/OICVM, gerido por Paulo Joaquim, e em obrigações, o NB Obrigações Europa, fundo Blockbuster Funds People e gerido por Vasco Teles.

Confira abaixo os 20 fundos com maiores captações ponderadas pelo património de início de ano

Captura_de_ecra__2019-12-17__a_s_10

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido