Tags: Obrigações |

High Yield numa abordagem value


“O nosso objetivo será identificar emitentes nestes grupos que tenham sido injustamente penalizados”, realça Konstantin Leidman, fixed income fund manager na Schroders ao falar do recentemente lançado Schroder ISF Global Credit Value, fundo que está sob o seu comando. O líder da equipa de gestão do fundo acrescenta que o enfoque da gestão “será nos setores e regiões que foram severamente afetados pelo sentimento negativo dos investidores”, investindo em ativos que “podem não ser apreciados devido a uma inclinação política ou outra qualquer, ou estarem simplesmente fora de moda; passarem despercebidos ou não serem procurados quando não existem investidores ou as avaliações são muito baratas”. A nova estratégia de investimento da Schroders utilizará assim um estilo de investimento value para investir no universo de crédito global.

É também um fundo pautado pela flexibilidade da gestão, não estando limitado por um índice de referência,o que permite explorar livremente as oportunidades no universo do crédito global, incluindo obrigações de emitentes corporativos e financeiros (incluindo mercados desenvolvidos e emergentes), obrigações convertíveis e outros instrumentos de dívida.

A nossa filosofia baseia-se na minimização do risco de perdas de capital permanentes e na aplicação de uma grande margem de segurança – ou desconto – o que significa que queremos comprar obrigações por um preço significativamente inferior ao seu valor intrínseco com vista a maximizar os retornos e minimizar as perdas”, conclui Leidman.

Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente