Tags: Estilo |

"Hate Radio" em cena do Teatro Maria Matos


A peça "Hate Radio", que mostra  um pouco da história do Ruanda nomeadamente do lado dos ódios raciais, vai estar no palco do Teatro Maria Matos entre terça e quinta-feira.

Criada pelo colectivo IIPM - International Institute of Political Murder (Berlim), "Hate Radio" é "uma reconstituição fiel de uma emissão da popular estação de rádio ruandesa. Entre os êxitos de música pop e a cobertura de eventos desportivos, a RLTM integrava comunicados políticos e apelos ao ódio racional", é referido no texto de apresentação da peça, no site do teatro. "Hate Radio" mostra "como o racismo funciona e como a linguagem tem o poder de criar e exacerbar ódios irracionais".

Em termos históricos, a peça remete para Abril de 1994, quando o avião do presidente hutu Habyaruman "foi abatido durante a aterragem em Kigali, Ruanda, fazendo deflagrar um conflicto étnico latente entre a maioria hutu e a minoria tutsi e espoletando um sangrento genocídio. Em apenas três meses, estima-se que tenham sido assassinados cerca de um milhão de indivíduos da etnia tutsi e ainda milhares de hutus moderados. “Se se pensasse em formas simples de prevenir o genocídio no Ruanda”, testemunhou o jornalista norte-americano Philip Gourevitch mais tarde, “a estação de rádio Radio-Télévision Libre des Milles Collines teria sido um bom ponto de partida"", é referido na apresentação da peça.

"Hate Radio" está em cena entre os dias 7 e 9 de Maio, a partir das 21h30, no palco da sala principal, do Teatro Maria Matos.

O Mais Lido