Tags: Estilo |

Happy... Emerging Europe 2012


De regresso da viagem à Ucrânia, Rui Broega, director da gestão de activos do Banco Big, confessa que “a experiência foi decepcionante a vários níveis”. Primeiro pela derrota por 1-0 com a selecção onde brilham, entre outros, Mário Gomez (autor do golo da vitória). Depois, o estádio, “semi-construído num deserto que nunca mais vai ser finalizado e sequer utilizado porque não têm uma equipa de dimensão”...e questiona-se...”onde é que eu já vi isto?” Num ‘flashback’, a memória terá recuado até 2004...
Na cidade, “pobre mas maquilhada para esconder desequilíbrios brutais”, diz Rui Broega, “ninguém fala nem entende inglês, francês, português, espanhol…”, o que provoca, obviamente, enormes dificuldades de comunicação. O aeroporto foi reaproveitado “com um investimento elevado, mas que quando acabar o campeonato não sei o vão fazer dele”, acrescenta.
Dissecadas as notas negativas, há dois destaques positivos que Rui Broega faz da experiência ucraniana. “Uma beleza feminina invulgar (não sei se terão feito um concurso para seleccionar quem poderia entrar no centro da cidade…)”, que mereceu um largo sorriso, “e uma claque portuguesa pequena mas fantástica”, talvez pela alegria de acreditar que ainda é possível. E, ao segundo jogo, Portugal derrotou a Dinamarca. Domingo é o dia ‘D’.

Profissionais

O Mais Lido