Tags: Estilo |

Guia para o fim-de-semana


É o último fim de semana de janeiro e não faltam coisas para ver – e fazer – em Lisboa. 

- Amadeo de Souza-Cardoso / Porto Lisboa / 2016 – 1916. Depois de estar no Porto, agora é a vez de Lisboa receber a exposição daquele que é um nome incontornável do modernismo em Portugal. No Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado pode ver 81 obras do pintor de Manhufe, Amarante. Com a curadoria de Marta Soares e Raquel Henriques da Silva, a exposição está no MNACC até ao dia 26 de fevereiro. 

- O Estado das Coisas. Aproveite para rever o filme do aclamado realizador Wim Wenders, sobre uma equipa de cinema que filma em Portugal, perto de Sintra, até ficar sem película nem dinheiro. O filme estreou em 1982, ganhou o Leão de Ouro no Festival de Veneza e pode agora revê-lo no Espaço Nimas – sessões diárias às 14h30, 16h45, 19h e 21h30. 

- A Noite da Iguana. Jorge Silva Melo regressa a Tennessee Williams nesta “A Noite da Iguana”, em cena no Teatro Municipal São Luiz. É a primeira peça que junta o encenador e o ator Nuno Melo. Maria João Luís e Joana Bárcia são mais dois nomes que pisam o palco em “A Noite da Iguana”, fechando assim o ciclo dedicado ao dramaturgo estadunidense. 

- As Estações Harmónicas. É uma viagem sensorial ouvir os chineses Wang Li e Wu Wei. Com instrumentos como sheng e a flauta calabash, mas também com sons do próprio corpo, este duo cria música original que remete para ambientes ancestrais e simultaneamente futurísticos. O álbum “As estações harmónicas” foi lançado em junho e ouve-se este sábado no Grande Auditório da Gulbenkian. 

Notícias relacionadas

O Mais Lido