Fundos verdes: países e gestoras bem posicionados neste campo


Os fundos verdes franceses concentram 32% do volume na Europa. Assim declara o relatório “2018 European Green Fund Market” de fundos de investimento verde na Europa realizado por Novethic, que conclui que em 2017 registou-se um aumento sem precedentes, chegando a 32.200 milhões de euros em ativos, um crescimento de 49%. Jade Dusser, autora do estudo, destaca que o número de novos fundos deste tipo passou de 164 a 176, enquanto que as novas entradas de participantes representam 70% do crescimento.

Em cinco categorias de investimentos, os fundos relacionados com água e meio ambiente representam 11.300 e 10.600 milhões, respetivamente. Segundo os autores, a liderança da França neste campo deve-se, entre outras razões, à legislação recente, que promoveu a procura deste tipo de produtos. Os fundos verdes franceses concentram 32% do volume na Europa, seguido de 30% da Suíça. Relativamente a gestoras, a suíça Pictet AM encontra-se na liderança, com três fundos que gerem em conjunto 5.900 milhões, seguido pela BNP Paribas AM, que, com dez, administra 5.200 milhões.

Empresas

Notícias relacionadas

O impacto do «verde»

Apesar do mercado de títulos verdes já existir há dez anos, a definição de títulos verdes continua por apurar. Por este motivo, está a ser criada uma definição normativa, esperando-se que a versão final fique próxima das atuais práticas do mercado.

Anterior 1 2 Siguiente

Próximos eventos