As fusões de fundos em 2017


Com o final do mês de outubro, é altura de fazer um balanço relativamente à atividade dos fundos de investimento mobiliário em Portugal. O ano tem sido marcado por liquidações significativas para algumas sociedades gestoras, mas tem também presenciado o surgimento de fusões entre fundos já existentes. A GNB Gestão de Ativos domina a lista de sociedades gestoras com mais fusões desde o início do ano, logo seguida pela Santander Asset Management e a Caixagest.

Segundo dados fornecidos pela APFIPP, em janeiro de 2017 surgiu a primeira fusão, com a incorporação do Caixa Fundo Monetário no Caixagest Liquidez. Este trata-se de um fundo que investe em valores mobiliários, instrumentos do mercado monetário e depósitos bancários com prazo de vencimento residual inferior a 12 meses.

O mês de fevereiro é marcado por uma outra fusão entre dois fundos de investimento mobiliário já existentes: o NB Rendimento e o NB Liquidez, geridos pela GNB Gestão de Ativos. Ao fundo originado por esta fusão é dada a denominação de NB Monetário, estando este empenhado no investimento em dívida de curto prazo, como papel comercial, crédito privado e bilhetes do tesouro.

Voltam a ocorrer fusões apenas em julho, com a liquidação de três e o surgimento de dois novos fundos. O NB Tesouraria Ativa incorpora o NB Renda Mensal e o NB Capitalização, dando origem ao NB Capital Plus, um fundo que, segundo a Morningstar, investe o seu património em obrigações de taxa indexada e/ou de taxa fixa de dívida pública e de empresas. A segunda fusão ocorreu entre o NB Momentum e o NB Acções América, que manteve o nome do fundo incorporante e que investe mais de dois terços do seu valor líquido global em ações.

Mais duas fusões voltam a ocorrer em setembro entre o Santander Select Defensivo e o Santander Multiactivos 0-30 (mantendo-se com a denominação de Santander Select Defensivo) e o Santander Select Moderado incorpora o Santander Global e o Santander Multiactivos 20-60. Ambos são considerados de maior risco mas também com maior potencial de retorno, com três anos de investimento mínimo recomendado.

Veja abaixo a listagem de todas as fusões ocorridas desde o início do ano:

Sociedade gestora Fundo Incorporante Fundo Incorporado  Denominação do novo fundo Data da Fusão
Caixagest Caixagest Liquidez Caixa Fundo Monetário Caixagest Liquidez 16/01/2017
GNB Gestão de Ativos NB Liquidez NB Rendimento NB Monetário 02/02/2017
GNB Gestão de Ativos NB Tesouraria Ativa NB Renda Mensal e NB Capitalização NB Capital Plus 19/07/2017
GNB Gestão de Ativos NB Momentum NB Acções América NB Momentum 20/07/2017
Santander Asset Management Santander Select Defensivo Santander Multiactivos 0-30 Santander Select Defensivo 17/09/2017
Santander Asset Management Santander Select Moderado Santander Global e Santander Multiactivos 20-60 Santander Select Moderado 17/09/2017
Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente