Tags: Obrigações | Ações |

Gestoras de activos ficam com metade da emissão de dívida


 

As gestoras de activos compraram metade da dívida pública, com maturidade a 10 anos, emitida terça-feira por Portugal, numa colocação feita a um juro de 5,65% e que teve forte procura, tendo 86% ficado colocada em investidores internacionais.

De acordo com o comunicado divulgado pelo IGCP - Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública, 51% ficou em gestoras de activos, 17% em bancos, 12% em seguradoras/fundos de pensões, 7% em ‘hedge funds’ e 6% em bancos centrais, correspondendo os restantes 7% a investidores de outro tipo.

Quanto à distribuição geográfica da emissão de três mil milhões de euros, com maturidade em 15 de Fevereiro de 2024, o Reino Unido aparece com a percentagem mais elevada, de 27%, seguindo-se Estados Unidos (16%), Portugal (14%), Escandinávia e França, ambos com 10%. Com números abaixo de dois dígitos ficaram Alemanha/Áustria/Suíça (7%), Itália (7%), Espanha (4%), outros países europeus (2%), Ásia (2%) e outras geografias (1%).

A procura nesta emissão ultrapassou 10 mil milhões de euros, correspondendo a mais de três vezes o montante da operação.

 

Notícias relacionadas