Tags: Negócio |

Segmento de gestão de patrimónios cresceu 2,8% nos últimos doze meses


No final do primeiro semestre do ano, o valor sob gestão no segmento de gestão de património atingia mais de 62.676 milhões de euros, segundo os dados agora publicados pela CMVM. O regulador mostra, também, que esse valor aumentou cerca de 2,8% face ao final do primeiro semestre do ano passado. Em termos de número de entidades gestoras, existiam 40 no final de junho, o que dá em média mais de 1.500 milhões de euros.

O gráfico seguinte mostra a evolução do montante sob gestão no segmento de Gestão Individual de Ativos, que nos últimos dois anos oscilou, em termos percentuais, cerca de 0,3%.

GPatrimonios_1Y_jun16

Fonte: CMVM

Que tipos de entidades?

Tal como referido, o regulador mostra que existem 40 entidades gestoras de carteiras por conta de outrem, divididas em três grandes grupos: as Instituições de Crédito, as Empresas de Investimento e ainda as Gestoras de Fundos. Segundo a CMVM são 17 as Instituições de Crédito que existem no segmento de gestão de patrimónios, enquanto que as empresas de investimento são 14. Já as gestoras de fundos são 9.

Em termos de ativos sob gestão, são 21 as entidades que têm em carteira mais de 100 milhões de euros. A Caixagest lidera o ranking com quase 22 mil milhões de euros, seguido da F&C Portugal (atualmente BMO Global Asset Management) com 13.164 milhões de euros. A GNB Gestão de Ativos fecha o top 3 com 7.200 milhões de euros em volume sob gestão neste segmento.

As entidades com mais de 100 milhões de euros em gestão individual de ativos

Captura_de_ecra__2016-08-25__a_s_12

 

Empresas

Notícias relacionadas