Tags: Obrigações | Ações |

Gama ‘core’ de fundos do Santander “tem apresentado bons retornos em 2012”


Os fundos mobiliários geridos pela Santander Asset Management (SAM) registam desempenhos globalmente positivos este ano, apesar da situação de instabilidade que tem sido vivida nos mercados financeiros.

“No final de Setembro, na generalidade dos fundos de investimento mobiliário geridos pela Santander Asset Management, registaram-se rendibilidade positivas”, refere o Santander Totta no comunicado dos resultados dos primeiros nove meses deste ano. E salienta que, no actual contexto, “e apesar da instabilidade nos mercados financeiros, a gama ‘core’ de fundos da SAM tem apresentado bons retornos em 2012, quer do ponto de vista absoluto quer relativo”.

Entre os fundos destaca o Multitesouraria (4,4% de rendibilidade líquida anualizada), o Multitaxa Fixa (3,5% de rendibilidade líquida anualizada e “o melhor fundo de taxa fixa europeia em 2011), o Global (7,9%) e o Acções América (“melhor fundo de acções norte-americanas a um e dois anos).

No final do mês passado, os fundos de investimento mobiliário geridos pela Santander Asset Management representavam uma quota de mercado de 11,7%, é referido do mesmo comunicado.

Clientes de ‘private’ preferem activos de baixo risco

Quanto à área de ‘private banking’, o Santander Totta refere que, “em resultado da acção dos bancos centrais e de uma melhor percepção dos problemas associados às dívidas soberanas”, assistiu-se “a um atenuar do sentimento de incerteza, o que, no entanto, não alterou a apetência dos clientes por activos de baixo risco e elevada liquidez”.

Neste contexto, a área de banca privada do banco ao enquadramento verificado, “disponibilizando produtos que procuram preservar o património e um serviço assente na proximidade, confiança e confidencialidade”. Na situação actual, “a presença junto dos clientes constitui um factor diferenciador da máxima relevância”, acrescenta ainda o Santander Totta, no comunicado de resultados dos primeiros nove meses deste ano.

Empresas

Notícias relacionadas