Tags: Ações |

Galp retoma a liderança no PSI-20


Com base nos indicadores de síntese dos mercados de capitais publicados pela CMVM, no mês de março de 2018 o índice PSI-20 fechou com uma descida de 1,1% em relação ao mês anterior, fechando nos 5.405,57 pontos. No entanto, face ao período homólogo de 2017, o índice ficou 7,9% acima.

Captura_de_ecra__2018-04-03__a_s_11

A volatilidade do índice situou-se bastante abaixo do mês anterior, nos 10,59% em relação aos 17,85% de fevereiro e aos 13,42% do mesmo período no ano anterior.

O BCP registou uma descida de 6 pontos em relação a fevereiro, representando agora 11,42% do índice. Foi ultrapassado pela Galp (12,16%), a EDP (12,15%) e a Jerónimo Martins (11,76%), os três emitentes com mais representatividade este mês.

Quanto ao volume acumulado de transações sobre títulos de dívida soberana, este atingiu os 35.055,0 milhões de euros, uma subida de 55,4% em relação ao período homólogo do ano anterior. As obrigações do tesouro registaram uma subida de 143,1%, face a 2017, mas os bilhetes do tesouro ficaram 4,4% abaixo do valor transacionado no mesmo período do ano anterior.

Captura_de_ecra__2018-04-03__a_s_11

Durante o primeiro trimestre de 2018, as transações de futuros do PSI-20 no mercado a prazo apresentaram uma grande descida - de 93,9% - em relação ao primeiro trimestre do ano passado. O valor transacionado atingiu os 15,7 milhões nos primeiros meses deste ano, enquanto que no período homólogo esse valor atingiu os 259,3 milhões de euros.

Captura_de_ecra__2018-04-03__a_s_11

Notícias relacionadas

O Mais Lido