Fusões e aquisições em Portugal na mira do investimento espanhol


O relatório da TTR (Transactional Track Record) mostra que no mês mais pequeno do ano, o mercado de fusões e aquisições registou 29 transações, um aumento de 21% relativamente ao mesmo período em 2016. A maior transação foi a aquisição do Banco BPI pela CaixaBank por 644 milhões de euros. Com a operação, a instituição financeira com sede em Barcelona passou a deter 84,51% do BPI.  Foi, segundo o relatório agora revelado, a transação do mês.

Quanto aos setores que mais se destacaram, se em janeiro era o da Tecnologia que dominava, em fevereiro o pódio é partilhado com o setor Financeiro e Seguros, com seis transações, o que representa um aumento de 100% para este último. 

Espanha em destaque

De acordo com o mesmo relatório, “Portugal continua sob os holofotes do mercado internacional e a Espanha é o destaque do mês”. Em 21 aquisições inbound, 11 foram feitas por investidores espanhóis – perfazendo um total de 770 milhões de euros. No período homólogo do ano anterior, apenas duas de 16 aquisições tinham sido feitas pelo país vizinho. E é do outro lado do Atlântico que surge o país com o segundo maior número de transações, os Estados Unidos: “com três negócios e um valor total de €20,1 milhões”. O documento dá ainda destaque ao Luxemburgo, com um investimento de 264 milhões de euros no mercado luso. 

Notícias relacionadas