Fundos ‘perfilados’ do Santander: os que mais cresceram na entidade


Depois de lhe termos dado conta dos resultados do Santander Totta na semana passada, hoje enfocamos um pouco mais a análise, e olhamos para a gama de fundos Select/Private da entidade, lançada em 2014 no mercado português. A gama de fundos ‘perfilados’ Santander – constituída por três produtos - atingia há sensivelmente um ano atrás um património sob gestão superior a 537 milhões de euros em Portugal.

Os dados mais recentes da instituição (divulgados na Proposta de Relatório Anual de 2015) mostram que em 2015 o crescimento desta gama de fundos foi de 336,2 milhões de euros, tendo sido os fundos que mais cresceram no rol da entidade. O volume total gerido pelos produtos ascendeu a 631,3 milhões de euros.

No mesmo relatório, a entidade lembra que a área de Private Banking em 2015 consolidou a consistência e a excelência do seu serviço, tendo sido premiada com a distinção de melhor área de Private Banking a operar em Portugal pelas editoras Euromoney, PWM/The Banker e Global Finance.

Em termos totais, é de assinalar que a Santander Asset Management tem sob gestão mais de 2.346 milhões de euros em fundos mobiliários e de pensões.

 

Empresas

Próximos eventos