Tags: Pensões |

Fundos PPA foi a categoria que mais cresceu no último ano


Como habitualmente, a APFIPP divulgou recentemente a sua análise relativa às categorias e às melhores rendibilidades dos fundos de pensões abertos.

No universo dos fundos de pensões, a categoria com maior volume sob gestão é a dos fundos fechados com 17.773 milhões de euros. Logo a seguir surge o segmento dos Outros Fundos de Pensões Abertos, com 1.558,4 milhões de euros e a Fundos PPR, com 598,2 milhões de euros.

A categoria que mais cresceu nos três primeiros meses do ano, em termos percentuais, foi a dos Fundos PPA, com 7,6%. Este crescimento resultou de um bom comportamento do mercado de ações nacional no período em análise. Em termos absolutos, pertenceu aos Fundos Fechados, com 812,9 milhões de euros (4,8%).

Captura_de_ecra__2019-05-29__a_s_16

Fonte: APFIPP

Rentabilidades

No período de um ano terminado a 31 de março de 2019, os Fundos de Pensões Abertos apresentaram uma média de rendibilidades, líquidas de comissão de gestão, negativa.

No segmento dos fundos PPR, aquele que demonstrou um melhor desempenho foi o PPR SGF STOIK Ações, gerido do por Luís Lobo Jordão. Este fundo alcançou uma rendibilidade anualizada de 4,10% e um nível de risco 4.

No caso dos Fundos de Pensões Abertos, o destaque vai para o Real Reforma Jovem, a cargo da Real Vida Seguros, com uma rentabilidade anualizada de 9,14% e um nível de risco 4.

Captura_de_ecra__2019-05-29__a_s_16

Fonte: APFIPP

Profissionais

Notícias relacionadas