Fundos obrigacionistas: rentabilidades a cinco anos acima dos 3%


Nos cinco anos que passaram, o mercado atravessou vários cenários como pudemos constatar. Assim, como se terão portado os fundos de obrigações relativamente às suas rentabilidades anualizadas a cinco anos? Confira a análise e tabela abaixo.

A liderar a tabela com uma rentabilidade a cinco anos de 5,41%, encontra-se o fundo obrigacionista português NB Obrigações Europa. Gerido por Vasco Teles, possui um montante sob gestão de cerca de 50 milhões de euros. Este produto é marcado pela sua flexibilidade, uma vez que proporciona a possibilidade de assumir riscos, de forma flexível e com grande convicção, referia o próprio gestor numa entrevista à Funds People. Possui uma carteira bastante concentrada, tendo convicções de investimento em poucos emitentes e poucas emissões. Investe na sua maioria em obrigações de dívida pública da Itália, Grécia e Holanda, mostrando um claro favoritismo pela dívida italiana (17,56%).

Relativamente ao segundo fundo que melhor se comportou figura o NB Rendimento Plus, gerido por João Zorro, com uma rentabilidade representativa de 3,80%. À semelhança do produto anteriormente mencionado, esta estratégia de investimento investe maioritariamente em obrigações da dívida pública de Portugal (4,86%), na de Itália (3,76%) e na Grécia (3,68%). Tem como ativos sob gestão um montante de cerca de 36,6 milhões de euros e é ainda classificado com o selo Consistente pela Funds People.

Passando para o terceiro fundo de obrigações português, com a gestão da Montepio Gestão de Activos, encontra-se o Montepio Taxa Fixa a apresentar uma rentabilidade anualizada a cinco anos de 3,47%. Possuindo um património no valor de 7,71 milhões de euros, este produto invest grande parte em dívida pública de países do sul da Europa, tais como: Portugal, França, Espanha e Itália.

No quarto lugar da tabela, encontra-se outro fundo obrigacionista a apresentar uma rentabilidade a cinco anos de 3,29%, no caso o EuroBic Tesouraria B. Tendo como divisa base o dólar, este produto dispõe de 25,70 milhões de euros em património e é gerido pela Dunas Capital Gestão de Activos. Tem como maiores posições em carteira a dívida pública de Espanha (10,13%) e de Itália (7,92%).

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido

Próximos eventos