Tags: Emergentes |

Fundos multimercados são destaque de rendibilidade na indústria brasileira no primeiro trimestre do ano


A categoria ANBIMA que engloba os fundos multimercados apresenta as maiores rendibilidades na indústria nos primeiros três meses do ano. Em média o retorno obtido foi de 0,98% superando índice representativo da indústria de 'hedge fund'' (IHFA), no Brasil, que obteve 0,68% no ano.

Dentro desta, os fundos 'Long and Sgort' - Neutro e 'Long and Short' - Direccional são os que apresentam maiores rendibilidades acumuladas no período na indústria, com subidas de 2,82% e 3,09%, respectivamente, batendo, uma vez mais, o IHFA que registou uma valorização no ano de 2,11%.

Contudo, o destaque de rendibilidades da categoria e indústria, quando analisada a rendibilidade acumulada dos últimos doze meses, vai para os fundos multimercados trading com 16,61%. Estes fundos registaram, no entanto, uma correcção neste primeiro trimestre tendo registado um retorno negativo de 2,54%.

No panorama geral, verifica-se uma forte penalização nestes primeiros três meses do ano nos fundos de acções, pressionados pela queda de 7,55% do iBovespa. Os fundos acções livre são a única excepção, apresentando um retorno positivo de 0,51%.

Na classe de obrigações, os fundos "renda fixa" alcançam um retorno de 1,50% no ano e os Referenciado DI, melhores nesta categoria, uma rendibilidade de 1,67%. Apenas os fundos de renda fixa índices tiveram um desempenho menos positivo, recuando 0,85%.

Notícias relacionadas

O Mais Lido