Fundos multiativos defensivos em destaque nas captações líquidas do seu segmento


No que diz respeito a captações líquidas, o momento positivo registado pelos fundos de obrigações parece, também, verificar-se no segmento de fundos multiativos. De acordo com os dados da Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Património, os 28 fundos que constituem este segmento obtiveram um saldo entre subscrições e resgates de 6,8 milhões de euros.

Por outro lado, das três categorias que o compõem, a categoria de fundos multiativos defensivos destacou-se das restantes, ao registar um total de subscrições líquidas de 5,2 milhões de euros. De facto, os três produtos que melhor saldo registaram pertencem a esta categoria. Outro dado curioso é que este trio de fundos é da responsabilidade de uma só entidade: Santander Asset Management.

Assim, o Santander Select Moderado terminou o mês de agosto no papel de fundo multiativo que mais captou e o único a ultrapassar o patamar dos 5 milhões de euros, com um saldo de subscrições líquidas superior a 7,1 milhões de euros. Imediatamente a seguir surgem o Santander Select Defensivo e o Santander Private Moderado, que obtiveram um saldo entre subscrições e resgates de 4,8 milhões de euros e de cerca de 4 milhões de euros, respetivamente.

Com um saldo de subscrições líquidas superior a um milhão de euros terminaram, também, o Popular Global 25 – 1,3 milhões de euros em captações líquidas – e o Santander Select Dinâmico – 1,1 milhões de euros em captações líquidas.

Fundos multiativos defensivos com subscrições líquidas positivas em agosto

Captura_de_ecra__2017-09-29__a_s_18

Fonte: APFIPP, 31 de agosto

Empresas

Notícias relacionadas